Tag Archives Disney

A Real história por trás do filme UP

Não tenho dúvidas que o filme UP é o filme mais fofo e emocionante da Disney que já assisti e quando descobri que por trás desse filme tem uma história linda esse filme se tornou mais especial ainda.

Por trás desse filme temos a incrível Edith Macefield, moradora de Seattle. Quando jovem se alistou ao exercito e depois de servir na Grã-Bretanha, seu superior descobriu que ela era menor de 18 anos e a mandou para casa no mesmo momento.

Ao retornar aos  Estados Unidos, ela passou 60 anos na mesma casa. Depois desse período, uma empresa começou a comprar todo o bairro onde Edith já idosa vivia para abrir um centro comercial.

Mas a mulher de 86 anos viveu naquele local toda sua vida, e seria muito mais difícil de convencer do que os empresários pensavam. Nada nem ninguém a conseguiam fazer mudar de ideia, nem lhe expulsar de seu amado lar. A casa de Edith era a única que restava no bairro.

 

A empresa fez várias ofertas, mas a idosa sempre rejeitou todas. Mas, eles não desistiram e chegaram até a oferecer 1 milhão pela casa de Edith porém, ela continuou não aceitando. Foi aí que perceberam que nunca iriam conseguir comprar aquela propriedade pois a senhora não se importava com o dinheiro.

Então, a empresa resolveu construir seu centro comercial ao redor da casa de Edith. Mas houve algo bom no meio de tudo isso: a idosa fez amizade com Barry Martin, o responsável pela construção do centro comercial. Depois de ser diagnosticada com câncer, Barry começou a cuidar dela.

“Ela não queria acabar em um lar de idosos”, disse Barry. “Ela queria ficar ali e morrer na casa onde sua mãe tinha morrido. E eu percebi que se eu não cuidasse dela, ela não poderia fazer isso.”

Em 2008, Edith faleceu, deixando sua casa para seu amigo. Ela sabia que ele iria honrar a sua memória, e foi exatamente isso que fez. Esse foi um problema aos olhos de empresários ricos, mas a casa Edith foi deixada intacta por 7 anos.

No entanto, no ano passado, a casa foi doada a uma instituição de caridade que irá restaurar sua antiga glória: a casa de Edith será usada como alojamento temporário para as pessoas em necessidade.

 

Essa mulher foi sem dúvida uma guerreira, e deixou seu legado mesmo após a morte. Ela mostrou para os empreiteiros sem escrúpulos que dinheiro nenhum do mundo pode comprar os sentimentos das pessoas. Se você concorda com a luta de Edith, compartilhe com seus amigos essa história!

Fonte: Incroyable

Conheça atrações originais do dia da inauguração do Magic Kingdom que ainda funcionam

O Magic Kingdom foi inaugurado em em 1º de outubro de 1971 e, foi o primeiro dos quatro parques temáticos do Walt Disney World Resort em Bay Lake, próximo a Orlando, Flórida.

Após se passarem 46 anos do dia de sua inauguração o parque ainda conta com 14 atrações que foram inauguradas naquela época.

É um espetáculo apresentado por ursos robóticos que cantam e tocam músicas nos estilos country e rock’n’roll. Além de serem super animados os ursinhos ainda contam piadas super engraçadas. A atração dura cerca de 15 minutos;

Country Bear Jamboree é uma das últimas atrações que Walt Disney ajudou a desenvolver pessoalmente. Este show originalmente foi planejo para um resort de esqui da Disney em Mineral King, Califórnia. Como este resort nunca foi construído, o show dos ursos cantantes mudou-se alegremente para a Flórida em 1971 e realiza apresentações diárias no Magic Kingdom Park desde então.

Inspirado no clássico de animação Dumbo da Disney, de 1941, Dumbo the Flying Elephant convida você a acompanhar o elefante quando ele descobre que é capaz de voar. Esse brinquedo é uma super aventura principalmente para crianças. Durante seu passeio por meio de um controle – joystick, você pode subir e descer com o seu carrinho tornando o passeio ainda mais divertido.

Trata-se de uma ótima atração para você testar a sua pontaria. Em “Frontierland Shootin´ Arcade” você poderá manejar uma Hawkins genuína, calibre 54 (claro que devidamente adaptada). Com aproximadamente 100 alvos interativos, o cenário empoeirado oferece um cenário perfeito para você testar sua pontaria.

É necessário pagar uma tarifa adicional para brincar no Frontier Shootin’ Arcade. Um crédito (cerca de 2 moedas de 25 centavos de dólar) renderá aproximadamente 25 tiros. São necessários créditos adicionais para brincar mais.

Quem visita o Magic Kingdom não pode deixar de brincar nesta atração. Trata-se de um passeio de barco concebido por Walt Disney e que foi apresentado pela primeira vez ao público numa feira denominada “New York World’s Fair”(1964-1965). Nesta atração os visitantes passeiam lentamente em barco por cenários repletos de bonecos animatrônicos representando vários lugares do mundo e que entoam a melodia, “It´s a Small World After All”.

Curiosidade: Em 2005 a atração passou por uma grande reforma, onde os bonecos receberam novas vestimentas, os cenários foram refeitos, um novo sistema de iluminação e de som foi instalado, dentre outras melhorias.

 Nesta atração os visitantes são levados – por barco – a um safari ao longo de uma selva repleta de animais de origem africana, elefantes tomando banho, rinocerontes, caçadores, dentre outros bonecos animatrônicos. Os guias que conduzem o barco disparam tiros (de brincadeira é claro) visando dar a impressão que estão lhe salvando dos perigos da selva.

Curiosidade: Existem 16 (dezesseis) barcos no Jungle Cruise, cada um batizado com um nome diferente, que presume-se tratar-se de uma homenagem aos primeiros funcionários que operaram a atração quando da sua inauguração: Amazon Annie, Bomokandi Bertha, Congo Connie, Ganges Gertie, Irrawaddy Irma, Kwango Kate, Mongala Millie, Nile Nellie, Orinoco Ida, Rutshuru Ruby, Sankuru Sadie, Senegal Sal, Ucayali Lolly, Volta Val, Wamba Wanda e Zambezi Zelda.

Uma das atrações mais famosas de Fantasyland – alguns amam, outros odeiam. Esse brinquedo foi inspirado numa das cenas do desenho “Alice in Wonderland” (1951), mais especificamente na cena da festa do chá. Você irá girar e girar sem em uma chícaras gigantes até ficar tonto. É uma das atrações mais rápidas do parque, cerca de 2 minutos.

Nessa atração vocês embarcam numa aventura até a “Terra do Nunca”, passando pela cidade de Londres e pelas cenas do desenho de Walt Disney, “Peter Pan’s Flight” (1953). O barquinho da atração representa uma miniatura de embarcação pirata como a do Capitão Gancho. Logo no início da atração a fadinha “Tinker Bell” irá lançar um encanto  para que você possa levantar vôo.

Esta certamente é a atração principal do Magic Kingdom. Trata-se do carrossel com 90 (noventa) cavalos, sendo 72 (setenta e dois) deles fabricados em 1917 oriundos da “Philadelphia Toboggan Company”. Existem 18 (dezoito) painéis espalhados pela atração contendo cenas do desenho da Cinderela. Essa é o tipo de atração que todos devem ir pelo ao menos uma vez, é rápido mas tempo suficiente para ficar gravado na memória.

Curiosidade: Construído em 1917, o Liberty Carrousel, como foi chamado originalmente, situava-se inicialmente no Belle Isle Park, em Detroit. Com diâmetro de 60 pés, o carrossel foi construído pela Philadelphia Toboggan Co. e é um dos maiores do seu tipo no mundo. O nome original desta atração era Cinderella’s Golden Carrousel, mas em 1º de junho de 2010, foi oficialmente substtuído para Prince Charming Regal Carrousel.

A atração é baseada no romance de Hohann Wyss sobre as aventuras de uma família naufragada a caminho da América, nesta atração você poderá adentrar numa casa construída em uma enorme árvore feita de concreto, contendo 1400 (mil e quatrocentos) galhos e 300.000 (trezentas mil) folhas de polietileno. Para escalar a árvore você demorará aproximadamente 10 minutos e durante o seu passeio você verá as dependências da casa dos Robinsons.

É  um tributo a Constituição dos Estados Unidos da América do Norte que causou verdadeiro furor por ocasião da sua inauguração, pois apresentava até então os mais aperfeiçoados bonecos animatrônicos existentes. Atualmente tais bonecos não são mais tão aperfeiçoados quanto eram na época que foram apresentados pela primeira vez ao público. É uma atração longa, dura aproximadamente 30 minutos.

A atração “Haunted Mansion” ou Mansão Mal-Assombrada é uma das atrações mais populares do parque, fama que se mantém intacta desde a sua inauguração em 01 de outubro de 1971. Para chegar em Haunted Mansion você atravessa um lindo portão e enquanto aguarda na fila verá um quintal onde existem inúmeras lápides com inscrições muito engraçadas. Apesar do nome não é uma atração aterrorizante, não tem sangue, mutilações macabras, porém crianças menores podem se assustar.

Trata-se de uma agradável atração que simula uma corrida de automóveis. Em “Tomorrowland Speedway” os visitantes do Magic Kingdom irão pilotar réplicas de carros de corrida que atingem até 12 km/h, em 04 (quatro) pistas que se extendem ao longo da atração. Durante a fila você consegue observar fotos que contam a historia das corridas de Indianapolis.

Logo que você adentra ao Magic Kingdom verá uma plataforma elevada onde poderá dar uma volta no parque em uma maravilhosa locomotivas à vapor. Walt Disney era um fanático por ferrovias, não por outro motivo, construiu um trem o qual denominou de “Lilly Belle”. Posteriormente novas locomotivas foram acrescentadas – “Walter E. Disney”, “Roy O. Disney” e “Roger Broggie” (nome de um dos Disney Imagineers tão aficionado por ferrovias quanto Walt).

Todas as locomotivas foram construídas em 1928 – coincidentemente – o mesmo ano em que o Mickey foi criado. Os pesquisadores de Disney foram buscar tais locomotivas no México onde eram usadas para arrastar cana-de-açúcar em Yucatán. Elas foram trazidas e revisadas completamente retornando ao seu esplendor original, incluindo o assobio típico da máquina à vapor. As locomotivas de “Walt Disney World Railroad” levam os visitantes para um lindo passeio ao longo do perímetro do Magic Kingdom, passando pelos bosques, Tom Sawyer Island e outras atrações.

Walt Disney era fascinado por estradas de ferro. Seu tio Mike era engenheiro de locomotivas e Walt, ainda pequeno, vendia chicletes, cigarros e refrigerantes para os passageiros dos trains que faziam uma parada na estação existente em Marceline, Mo. Quando adulto – na Califórnia – Walt montou estrada de ferro em miniatura – Carolwood Pacific Railroad – no seu jardim para que pudesse se divertir com os seus convidados. Encantado com sua estrada de ferro em miniatura, Walt decidiu compartilhar seu amor por trens com o mundo inteiro. O resultado foi a Santa Fe & Disneyland Railroad, um favorito dos visitantes desde que o parque abriu em 1955. Atualmente, existem estradas de ferro em todos os parques da Disney no mundo.

 

Por mais que eu sempre vá ao parque a maioria dessas atrações eu nunca entrei!!

E, me conta.. você sabia que essas atrações estão no parque desde a inauguração? Qual dessas atrações você conhece ou tem vontade de conhecer?

10 coisas gostosas para comer e beber no mágico mundo de Walt Disney World – Orlando

O universo Disney não se limita apenas em brinquedos, shows e personagens. A experiência culinária que a Disney World pode proporcionar é imensa e agrada todos os estilos e gostos.

Não posso dizer que já provei todas as bebidas e comidas disponíveis nos parques – até porque para onde você olha tem algo bonito e gostoso para se comer, mas já provei muita coisa e com base nisso montei uma lista dos meus favoritos que acho que todo mundo deve provar porque são muitos muito gostosos!

Sem dúvida é meu preferido. Eu, pessoalmente não sou fã de bolos, tortas e sobremesas o meu forte sempre foi o salgado. Mas esse me agrada muito pela simplicidade. Funel Cake é uma espécie de bolinho de chuva porém ele vem em um formato diferente do que conhecemos, ele passa por um funil – dai o nome e cai direto para frigideira e nesse momento ele ganha forma de um embromado gigante de bolinho que vem com açúcar polvilhado. Você tem opção de adicionar uma bola de sorvete de baunilha e/ou maçãs e/ou calda de chocolate e/ou calda de morango e/ou chantilly. Pessoalmente eu prefiro apenas com açúcar, pois o sorvete deixa o bolinho molhado e ai eu já não curti, com maçã eu nunca provei.

Onde encontrar? No Epcot você encontra no World Showcase – não tem opção de chantilly, nem morangos, nos EUA. No Magic Kingdom no Sleepy Hollow e no Hollywood Studios no Oasis Canteen.

 

Esse é um dos meus drinks refrescantes favoritos e é um clássico que todos que conhecem indicam. Esse doce ou bebida – não sei onde se enquadra afinal ele é uma mistura dos dois. Ele consiste em suco de abacaxi com sorvete (de máquina, tipo italiano), o sorvete fica boiando no suco. Para o sabor do sorvete você tem três opções baunilha, laranja e abacaxi. Muita gente gosta com baunilha, eu pessoalmente prefiro 100% abacaxi.

Onde encontrar? No Magic Kingdom, na Adventureland. No Epcot, no festival Flower and Garden também já comprei, em barquinhas exclusivas do festival – bem no comecinho do Canadá. *Ínicio, quando se vai sentido UK.

 

Esse é um dos itens mais novos do cardápio. Ele começou a ser vendido com a inauguração da nova area do Avatar. A bebida foi inspirada em alimento (flor – do mesmo nome) que os Na’vis consomem.  A bebida é um frozen apresentados em camadas nos sabores de pera e maçã e no topo tem bolinhas que explodem na boca no sabor maracujá. É super gostoso a mistura de maça, pera e maracujá é bem interessante. É bem doce – na minha opinião, mas o Peter adorou e não achou nenhum pouco doce. Ótimo para dias quentes e você pode escolher no copo plástico simples ou no copo suvenir que vem com o pisca-pisca.

Onde Encontrar? No Animal Kingdom, na Pandora.

 

Clássico e delicioso. Não se assuste se a fila estiver quilométrica, principalmente se você resolver apreciar esse petisco a noite! Esse prato consiste em Chips – de batata com file de peixe frito. Parece ser simples, e é, mas é delicioso. Se for provar – o que eu recomendo, não esqueça do molho para o peixe é sensacional.

Onde Encontrar? No Epcot, na área do World Showcase na Inglaterra.

 

Esse é meu cachorro-quente preferido da Flórida inteira! Mas prepare-se pois o cachorro-quente é enorme, eu mesma não como um inteiro. Além de ser enorme vem com muito chili e queijo e acompanha uma porção gigantesca de fritas. Uma dica legal é pedir o chili e o queijo a parte pois, ajuda muito na hora de comer! É uma delícia!

Onde Encontrar? No Magic Kingdom, no Casey’s Corner. Fica na Main Street do lado direito de quem olha para o castelo – de esquina, bem no final da rua em direção ao castelo. No Hollywood Studios você encontra o mesmo hot dog, mas no Min and Bill’s, bem no Echo Lake – nesse não acompanha batata frita, acompanha um pacote pequeno de batatas chips.

 

Essa é uma bebida bem tradicional de maçã. É um frozen com suco natural de maça fermentado com um toque de marshmallow e com uma espuma de maracujá e manga. É uma bebida bem doce, eu mesma não consegui tomar uma sozinha. Para quem gosta de bebidas bem doces ou faz como eu que divide com alguém é uma boa pedida. Na Taverna você pode optar pelo copo de plástico comum ou optar pelos copos personalizados – caneca do Gaston, caneca da Bella ou o famoso copo com a Rosa encantada, que da ultima vez que fui estava sendo vendido lá.

Onde Encontrar? No Magic Kingdom, no Gaston Tavern. Fica passando a montanha russa dos Sete Anões, para frente um pouco da atração da Bela.

 

Esse é um pãozinho de canela com um toque adocicado delicioso. Ele é enrolado com canela e açúcar e por cima vem uma espécie de creme/calda/cobertura – não sei ao certo com açúcar de confeiteiro. É uma delicia, para tomar com café então nem se fale!

Onde Encontrar? No Magic Kingdom, no Gaston Tavern. Fica passando a montanha russa dos Sete Anões, para frente um pouco da atração da Bela ou no restaurante Be Our Guest no café da manhã, em tamanho menor que na Taverna do Gaston. O Restaurante Be Our Gust – Castelo da Fera também fica no Magic Kingdom – mas esse precisa de reserva.

 

Mickey Kitchen Sink Sundae mais conhecida como “A PIA do Mickey”. Muito se fala da pia do Mickey, mas a verdade – minha opinião é que o que encanta nesse sorvete é unica e exclusivamente a pia – que é uma lembrança fofa para todos que amam a terra onde a magia acontece. Porque o sorvete em si é igual na pia, na casquinha ou no waffle e, os complementos são basicamente cerejas e chantilly.

Onde encontrar? Na sorveteria Plaza Ice Cream Parlor do Magic Kingdom. Fica na Main Street do lado direito de quem olha para o castelo – de esquina, bem no final da rua em direção ao castelo.

Quem nunca teve vontade de tirar aquela foto clássica com o picolé – como chama na minha terra, em formato da cabecinha do Mickey? Eu tive, na realidade sempre tenho! Quer ver em dias quentes! rs
Ele não é do tipo de sorvete que você vai dizer “MEU DEUS QUE DELICIA, COMO VIVI SEM ISSO ATÉ HOJE” até porque é um sorvete de baunilha bem simples com cobertura de chocolate, mas eu pessoalmente acho que vale a experiência e vale as fotos que ficarão de lembrança.

Onde encontrar? Em todos os parques nos carrinhos de bebidas.

 

DICA: Lanches sem alergênicos.

Em 2015, a Disney pensando sempre no melhor para seus visitantes lançou uma variada gama de lanches e petiscos prontos livres de quaisquer alergênicos – proteína do leite, lactose, glúten, e outras mais que no momento eu não recordo. Essa novidade agradou muitas mamães e papais que precisam desse tipo de produto e por conta da demanda quem precisa de alimentação especial consegue encontrar pontos de vendas dos lanches alergênicos em vários pontos dos parques – sim, dos todos os parques da Disney possuem diversos pontos de venda espalhados pelos parques.

 

Dentre tantos pratos esses são meus preferidos, e você tem uma listinha de preferidos ou uma listinha do que vai provar quando for?

O mapa mundi dos Filmes da Disney e da Pixar

Eowyn Smith, esse é o nome da Americana que teve uma ótima idéia para mostrar as crianças (e aos adultos também) onde se passam os principais filmes da Disney e da Pixar.

Eowyn é uma apaixonada por animações e resolveu unir os filmes de maiores sucessos das duas produtoras com um pouco de sua criatividade para ilustrar os cenários deles.

No total, são 45 filmes da Disney e 13 da Pixar. Para determinar a localização de cada animação não foi fácil, principalmente, porque nem todos os filmes informam com precisão os locais em que se passam, u seja, em alguns casos, isso pode ser questionado.

Mas, a artista tomou muito cuidado e seguiu alguns critérios para a construção do mapa. Primeiramente, ela levou em conta a localização determinada na história de acordo com a Disney ou a Pixar e, em casos onde a informação não foi passada com clareza, ela utilizou o conto real, o qual foi utilizado para a criação da animação.

No mapa da artista aparecem até filmes como Dinossauros, Monstros S.A!!! Incrível não é? E o Brasil aparece com Three Caballeros, na sua versão Brasileira “Você já foi à Bahia?”.

Veja alguns dos filmes citados no mapa com a justificativa de Eowyn Smith:

AMÉRICA DO NORTE

  • Pequena Sereia: Caribe. Embora o autor e história original são dinamarqueses, a vida selvagem é claramente tropical. Não há, simplesmente, nenhuma maneira de ter esse tipo de flora e fauna em qualquer lugar perto da Dinamarca. É muito razoável que o filme Pequena Sereia poderia ter lugar na colônia Danish, agora conhecida como as Ilhas Virgens dos EUA. Outra grande pista é o fato de que no início do filme a tempestade é referida Como um “furacão”. Algo que os europeus sabiam muito pouco.
  • Bambi: Norte dos EUA / Canadá. Embora originalmente uma história alemã, a coleção de animais, claramente, indica a vida selvagem norte-americana. “A Disney tomou a liberdade de mudar a espécie de Bambi, em um veado de cauda branca de sua espécie original, de cervo, já que o cervo não habita nos Estados Unidos e o cervo de cauda branca é mais familiar para Americanos. “
  • Pocahontas: Virginia, EUA. Explicitamente declarado.


AMÉRICA DO SUL

  • Três Caballeros: México, Brasil e Argentina. Explicitamente declarado

EUROPA

  • Robin Hood: Inglaterra. Explicitamente declarado.
  • Winnie the Pooh: Inglaterra. Embora o urso da vida real que Winnie the Pooh é baseado, é do Canadá, os livros são realmente definido em Ashdown Forest, Sussex, Inglaterra.
    Alice no País das Maravilhas: Inglaterra – Embora nunca explicitamente declarado no filme, o escritor foi o inglês Lewis Carroll.
  • 101 Dalmatians: Londres, Inglaterra. Explicitamente declarado.
  • Peter Pan: Londres, Inglaterra. Explicitamente declarado.
  • Brave: Escócia. Explicitamente declarado.
  • Branca de Neve: Alemanha. O filme não é suficientemente explícito para decidir definitivamente a sua localização, por isso a obra original dos Irmãos Grimm é colocado na Alemanha.
  • Bela Adormecida: França. Este filme é baseado na versão Charles Perrault desta história, há uma abundância de flor de lis, e o hino nacional francês é jogado para anunciar a chegada da princesa Aurora.
  • Pinocchio: Itália. Uma história italiana e eles estão perto de montanhas ao lado do mar.
  • Bela e a Fera: França. Explicitamente declarado.

ÁFRICA

  • Tarzan: Nigéria / Gabão. Embora nunca explicitamente afirmou, devido à vida selvagem e da proximidade com a costa, o filme teria que ter lugar na Nigéria ou Gabão.
  • Rei Leão: Quênia / Tanzânia.  A localização de Mt Kilimanjaro e o Serengeti estão localizados aqui.

ÁSIA

  • Mulan: China. Explicitamente declarado.
  • Aladdin: Arábia Saudita / Irã. Explicitamente declarado.
  • Moana: Ilhas do Sudeste. Explicitamente declarado.

DE OUTROS

  • Dinossauro: Pangaea.
  • Monstros Inc .: Universo Alternativo.
  • Wall-E: Terra / Espaço Futuro.

São muitos filmes e, alguns deles possuem uma justificativa muito grande, então se você quiser conferir todos eles o link é esse aqui:  http://theantilove.deviantart.com/art/Disney-Map-207593214 está em inglês.

 

Baby Groot, o alienígena mais fofo que você já conheceu, agora tem um copo exclusivo!

Recentemente, houve mais uma estréia da Disney nas telonas: Guardiões da Galáxia 2. Os fãs de Disney, de filmes com super-heróis “piram”. Eu, assisti ao primeiro filme, pouco antes do lançamento e AMEI. É cheio de aventuras e bom humor.

O primeiro “Guardiões da Galáxia” fez muitos – inclusive eu, se tornarem fãs do Groot e, antes mesmo do filme acabar, ficarem tristes pensando que o Groot teria morrido. Para quem não lembra, o primeiro Groot era adulto e ao final do filme se sacrifica ao criar um casulo para proteger seus companheiros – Peter Quill, Gamora, Drax e Rocket. Porém, o alienígena mais fofo que conhecemos, não morre, seu melhor amigo, o Rocket, pega um pedacinho dele e planta em um vasinho e ali mesmo, o Groot floresce. A última cena do filme,  vimos Groot bebê plantado em um vaso, dançando ao som de Jackson 5.

Com a estréia do filme, a Disney tem um espaço dentro do parque Hollywood Studios – o pavilhão One Man’s Dream, onde são divulgados seus novos filmes, geralmente nesse espaço, você pode encontrar os principais personagens do filme. Com a estreia recente do Guardiões da Galáxia 2, estão lá para receber os fãs: Baby Groot e Star Lord.

Claro que, não pude deixar de ir conhecer o Baby Groot – a dancinha no final do primeiro filme me conquistou. O pavilhão está bastante movimentado com os fãs do filme.

A Disney está apostando muito no Guardiões da Galáxia, sendo que  na California, eles até transformaram a Tower of Terror  em uma atração sobre o filme.

É tanta aposta no filme que eles lançaram um copo exclusivo do Baby Groot – está a venda no Hollywood Studios por $ 12,95 e acompanha uma bebida! Alguém aí gostou do filme?

Já assistiu ao filme? Eu ainda não fui, mas vou assisti-lo em breve!

error: Content is protected !!